Em dia de estreia na B3, ação da Focus Pujança Bolsas e índices

[ad_1]

As ações da Focus Vigor que estrearam hoje na B3 encerraram a segunda-feira em queda de 13,15%, cotadas a R$ 15,65. O volume financeiro registrado foi de R$ 214,9 milhões. Poucos minutos em seguida a estreia, a empresa já registrava desvalorização de 9,99%, o que levou os papéis à leilão.

A Focus Vigor é uma empresa concentrada na comercialização de pujança, mas que também atua na geração para comercialização no mercado livre e cativo. Em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) levantou R$ 773 milhões.

Os papéis foram precificados a R$ 18,02 — aquém da fita indicativa que ia de R$ 21,20 a R$ 28,60.

A maior secção dos recursos obtidos na operação (R$ 764,9 milhões) vai para o caixa da empresa, mormente para o projeto Futura, que prevê a construção de um parque de vigor solar em Juazeiro (BA).

De conformidade com a B3, a Focus Virilidade passa a ser a 170ª empresa listada no Novo Mercado.

Já outra recém-chegada, a Mosaico, dona dos buscadores on-line Zoom, Buscapé e BondFaro, já teve um desfecho dissemelhante neste pregão. As ações da companhia fecharam em subida de 5,2% hoje, cotadas a R$ 41,03. Os papéis chegaram à cotação máxima de R$ 45,99. O volume financeiro foi de R$ 486,7 milhões, com 31,9 milénio negócios.

Ela estreou na B3 na última sexta-feira e suas ações quase dobraram de valor já em seu primeiro pregão.

(Esta reportagem foi publicada originalmente no Valor PRO, serviço de informações e notícias em tempo real do Valor Econômico)

IPO — Foto: Getty Images


[ad_2]
Fonte