Jornalista Denilson Pinto morre aos 53 anos em Campo Grande, vítima da covid-19

[ad_1]

O jornalista Denilson Pinto, 53, morreu nesta segunda-feira (29) vítima de complicações da covid-19. Denilson estava internado há nove dias no Hospital El Kadri, em Campo Grande. Segundo informações, o jornalista sofreu uma paragem respiratória durante procedimento de extubação.

Denilson Pinto iniciou sua curso porquê assessor de prelo do logo prefeito Juvêncio César da Fonseca. O jornalista também já atuou no mesmo função durante a gestão do prefeito André Puccinelli.

Denilson foi editor de polícia e do interno do jornal Correio do Estado e, em suas redes sociais, relata a autoria de várias reportagens investigativas e sua ida ao Haiti para matérias especiais em 2006 e 2007.

Denilson atualmente era proprietário da Brasil Marketing Do dedo, que presta serviço com agências ligadas ao poder público (prefeituras, Governo do Estado e estatais) além de marketing político em campanhas eleitorais. . Denilson deixa esposa e filha. Neste ano também faleceram o jornalista Guilherme Fruto, 64, e o repórter fotográfico Valdenir Rezende, 55, também vítimas dacovid-19.

Jornalista Denilson Pinto morre aos 53 anos em Campo Grande, vítima da covid-19

[ad_2]
Fonte