Quase 60% dos negócios investiram na presença do dedo na pandemia, diz estudo

[ad_1]

Uma pesquisa da empresa de hospedagem de sites HostGator concluiu que 58% dos negócios brasileiros passaram a investir na presença online durante a pandemia. Dentre esses negócios, 64% perceberam um aumento nas vendas. O levantamento foi realizado na própria plataforma do HostGator, com mais de 5.000 empresas participantes.

A pesquisa teve porquê objetivo entender a percepção do envolvente do dedo para geração de negócios entre as empresas brasileiras. O levantamento abordou quatro dimensões: Impacto da Pandemia, Investimento, Planos de Investimento e Veras do Negócio (pré e pós covid). Outras conclusões foram as seguintes:

  • 97% das empresas já têm presença no envolvente online, com 65% atuando de forma totalmente do dedo e 32% no híbrido (aternando físico e online);
  • O período de covid foi responsável por transmigrar todo ou secção do negócio para o do dedo para 28% dos respondentes;
  • 42% das empresas tiveram aumento de acessos na pandemia;
  • 64% pretende aumentar ainda mais os investimentos nesse formato, enquanto somente 7% planeja diminuir;
  • 34% das pessoas indicaram ter iniciado a empresa durante o período de pandemia, indicando que os brasileiros ainda empreendem por premência e não por oportunidade.

“A expectativa para o mercado é que as compras pela internet aumentem cada vez mais. Hoje, uma pessoa pode ir buscar informações sobre um resultado, ver o catálogo e portfólio da marca e depois ir comprar na loja — integrando o envolvente do dedo ao físico. Já a tendência para os próximos anos é que a compra ou contratação de serviços inteira e direta pelo meio online só cresça”, explica Ricardo Melo, vice-presidente de marketing da HostGator nas Américas.

Quer permanecer por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo meato no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/Stephen Dawson/Unsplash

Para Melo, a pesquisa reforça a premência crescente da transmigração do negócio para o do dedo no pós-pandemia. “No Brasil, ainda temos um longo caminho para a digitalização, mas percebe-se que a veras do último ano agiu porquê um catalisador dessa transformação”, completa.

Algumas das maneiras sugeridas pelo executivo para levar a empresa para o online são;

  • A construção de site e blog informativo da empresa
  • Cadastro no Google Meu Negócio;
  • Presença nas principais redes sociais (Instagram, Facebook, LinkedIn e Twitter);;
  • Elaboração de campanhas digitais;
  • Uso de e-mail marketing.

“Prometer uma presença omnichannel será cada vez mais importante, porque o consumidor já passou por uma mudança de pensamento. Não é à toa que o faturamento do e-commerce cresceu 41% em 2020, atingindo a maior subida percentual desde 2007”, detalha Melo.

Gostou dessa material?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.


[ad_2]
Fonte